Notícia SINASEFE IFSul

25 de março 2020

Secretários de Educação contrariam Bolsonaro e defendem que aulas permaneçam suspensas

Secretários de Educação contrariam Bolsonaro e defendem que aulas permaneçam suspensas Em nota à imprensa divulgada na manhã desta quarta-feira (24), o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) orienta que a orientação da entidade é para que as atividades escolares presenciais permaneçam suspensas como parte do enfrentamento ao avanço da epidemia do novo coronavírus, que já deixou pelo menos 48 mortos e teve mais de 2 mil casos confirmados no Brasil. A nota pode ser lida como uma resposta ao pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro, que, na noite de ontem, questionou o motivo para as escolas estarem fechadas.“O Conselho Nacional de Secretários de Educação informa que continuará seguindo as determinações dos Governadores de Estado, norteados pelas orientações da Organização Mundial de Saúde e das principais autoridades médicas e científicas internacionais e nacionais. Desta forma, manter as aulas presenciais suspensas é um ato de responsabilidade, para proteger não apenas a vida dos nossos estudantes e servidores, mas de todos aqueles que estão em seu entorno, especialmente os idosos e com doenças crônicas”, diz a nota.
No Rio Grande do Sul, as escolas estaduais interromperam as aulas na semana passada e todas as atividades presenciais na última segunda (23). Em Porto Alegre, as aulas foram suspensas, mas as escolas municipais ainda prestavam atendimento presencial, como o serviço de merenda, no início da semana. A rede privada também está com aulas presenciais suspensas.

Fonte: Sul21

Tags relacionadas: